Blog do Bav



BRASIL, Sudeste, BELO HORIZONTE, SÃO JOÃO BATISTA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Automóveis, Esportes
border=0
 
   Arquivos

 
border=0
Outros sites

 Metodista
 Site mais doido de BH
 Quem gosta de carros
 Deca Campeão


Votação
Dê uma nota para meu blog



border=0
 


A Igreja e a mídia

A presença de programas e até mesmo canais cristãos na televisão têm crescido bastante nos últimos anos. Além da Rede Record, pertencente à Igreja Universal, há a Rede Super, da Lagoinha e, pelo menos, mais um três canais da Igreja Católica, como o Canção Nova. Todas as redes de televisão têm horários comercializados com igrejas, a única exceção é o SBT. Nas rádios a situação é semelhante, sobretudo nas rádios comunitárias.

 A Igreja Metodista é das Igrejas de Missão a que tem o menor espaço na mídia e vira e mexe ressurge a proposta de se investir mais nesse setor. Todavia, uma pergunta deve ser feita à metodista e às demais igrejas – Para quê gastar dinheiro com isso? A Universal, por exemplo, gasta uma fortuna com a Record, mas seus programas não possuem caráter missionário, pelo contrário, se caracterizam como programas comuns, que poderia ser vistos em qualquer outra canal, ou você acha que A Fazenda tem algum valor positivo para o Reino de Deus? O mesmo pode-se dizer dos programas de exorcismo feitos pela Igreja Mundial do Poder de Deus.



Escrito por Bruno Valverde às 10h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Alguns podem dizer que a TV auxilia no evangelismo. Até concordo, desde que alguém me convença que uma pessoa incrédula vai parar sua frenética troca de canais numa madrugada ou numa manhã de sábado e ouvir um sermão pela metade. Defendo que o uso da mídia pela Igreja seja feito com fins evangelísticos, sendo assim, parece claro a ineficácia do uso da televisão. Um espaço caro e que não fala às pessoas individualmente, mas como massa. As grandes mudanças e revoluções ocorridas nos últimos anos em termos de comunicação não se deram nos meios de comunicação em massa, mas nos blogs, micro blogs e redes sociais; estas ferramentas possibilitam uma comunicação direta, com um custo muito reduzido. Barack Obama e Marina Silva obtiveram bastante sucesso em suas campanhas presidenciais utilizando-as. É aí que as igrejas devem investir e alcançar as pessoas uma a uma, levando-as a conhecer Cristo e não os Silas, Edir, Márcio, RR e outros. Talvez seja justamente por isso que se opta pela TV, na TV os nomes são mais conhecidos que o Cristo e assim ajudam alimentam vaidades e projetos políticos pessoais.

Bruno Alves Valverde – 28/06/2011



Escrito por Bruno Valverde às 10h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
border=0